segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Snoopy & Charlie Brown - Peanuts: O Filme



Um dos primeiros grandes desafios na vida de um garoto é aprender a falar com, é claro, as garotas. Pelo menos quando se trata de um personagem como Charlie Brown, tímido e inseguro, cujo melhor amigo é o seu cachorrinho - o icônico Snoopy. Para conseguir chamar a atenção da nova garota de sua classe, a "Menina Ruiva", Charlie vai tentar de tudo para vencer seus medos.

Esse é o ponto de partida de Snoopy & Charlie Brown - Peanuts: O Filme, longa-metragem que traz para as telonas pela primeira vez os personagens criados em 1950 pelo cartunista norte-americano Charles Schulz. A obra consegue, com graça, dar destaque para todos os célebres personagens das tirinhas Minduim, resultando em um filme engraçado e espirituoso. 

A primeira coisa que chama atenção no longa-metragem dirigido por Steve Martino (A Era do Gelo 4) é o visual. Das tirinhas do jornal para o cinema, o cuidado com a computação gráfica, reforçado pelo 3D, é impressionante. E é logo na primeira sequência que o filme, de maneira muito simples, mas eficaz, apresenta todos os personagens - a partir da milésima tentativa fracassada de Charlie Brown empinar uma pipa. Está aí posto também o principal conflito do filme, que é o de Charlie consigo mesmo - ele está, afinal, destinado a falhar em tudo? 

De maneira geral, o longa-metragem funciona muito bem quando foca no garoto e em seus amigos e colegas de classe. O cachorro Snoopy, nessas cenas, agrega charme e humor, na medida certa - e alguns momentos são realmente hilários. Entretanto, quando o filme abre espaço para o animal voar solo, ele perde em qualidade: as muitas cenas em que Snoopy imagina as suas aventuras para conquistar o coração de uma cadela são cansativas e sem graça - meras cenas de ação, sem propósito, e que dão a sensação de que os diretores estão "enchendo linguiça", popularmente falando. E estão. 

Peanuts: O Filme é fofo, engraçado e passa uma boa mensagem para as crianças e para os adultos sobre autoestima e aceitação. E embora Charlie Brown e Snoopy sejam os personagens do título, vale a pena ressaltar que a presença feminina no filme é muito rica e forte: até Lucy, a personagem mais rabugenta, é simpatia pura. Difícil não gostar dessa turma. 

| Gabriel Fabri   

Um comentário:

  1. Gabriel..vc me deixou com vontade de assistir... assistirei!! :)

    ResponderExcluir